Image Map

segunda-feira, 6 de abril de 2015

(Resenha) Apesar de parecer Ele não está só - Sérgio Chimatti

Título: Apesar de parecer, ele não está só

Autor: Sérgio Chimatti

Ano: 2012  

Páginas: 328

Editora: Vida & Consciência



Sinopse: Após a trágica morte de seus pais, Toninho perde totalmente a fé e passa, a todo tempo, a desafiar o poder divino. Sua vida é repleta de reviravoltas, amores, tragédias, traições, arrependimento e perdão. Com uma profunda lição sobre os caminhos tortuosos do coração até a descoberta do poder da fé, Sérgio Chimatti lança o romance 'Apesar de parecer, ele não está só', ditado pelo espírito Anele e publicado pela Editora Vida & Consciência.

Toninho é um homem desiludido, que não mais acredita em Deus. Muda-se do interior para capital, onde se casa com a jovem trabalhadora Nereide. Mas a vida do casal passa a sucumbir ao ciúme e à violência e nem o nascimento de Jéferson, filho do casal, faz com que as coisas melhorem. Toninho, muito mulherengo, busca no relacionamento com Josilene uma fuga para os problemas. Muito pobre e mãe de três filhos, a amante inicia um jogo perigoso e obsessivo pelo amor de Toninho.
Certo dia, transtornado pela vida dupla e pelo estresse do trabalho, Toninho acaba se excedendo com Jéferson e provoca um acidente que deixa a criança com sequelas neurológicas. Desolado e com a provação de cuidar de um filho doente, Toninho se livra de Josilene e, arrependido, tenta viver melhor com a família. Mas já é tarde. Nereide, muito doente, acaba desencarnando. Revoltado, Toninho perde qualquer fé que ainda lhe resta. Apesar da ajuda e conselhos de Dona Camila, uma vizinha médium de espírito muito iluminado, ele abandona o pobre Jéferson na porta de uma clínica e volta para o interior.
Toninho começa a trabalhar para o temido e vingativo coronel Celestino. Obrigado a fazer vista grossa aos assassinatos ocorridos na fazenda, ele se consagra como funcionário de confiança do coronel e, assim, honrado o suficiente para casar-se com espevitada Graziela, filha do patrão. Mas Toninho acaba se envolvendo com Zilda, mulher do policial no centro da cidadezinha. Sem perceber, Toninho recomeça o mesmo ciclo que lhe acometeu no passado, fazendo com que os espíritos que ele deixou para trás caminhem com ele, interferindo em sua vida tanto para o bem, quanto o mal. Agora, ele terá de superar os desafios que antes lhe fizeram fugir e buscar no poder da fé a força necessária para enfrentá-los.



***


Toninho após se casar com a Nereide deixa o seu lado sombrio assumir o controle da sua vida. Arruma amantes, passa a espancar a esposa e um dia acaba por fazer seu filhinho Jéferson parar numa cadeira de rodas com problemas neurológicos.

Como sua amante se torna um problema, já que é apaixonada obsessivamente, ele resolve cortar o mal pela raiz e com isso a obsessora em vida se torna obsessora em espírito.

Alimentando cada vez mais essa obsessão com seus atos e pensamentos Toninho se vê começando uma nova etapa da sua existência. Ele vai trabalhar para o coronel Celestino e se transforma no seu braço direito fazendo com que mais obsessores se juntem a sua volta.

Josilene quer vingança mas não deixa de estar apaixonada pelo seu algoz. Com isso passa a “viver” se alimentando da sua dor e do seu sofrimento. E os outros integrantes do seu grupo da energia liberada durante os atos viciosos: álcool e sexo.

Nereide acredita que merece ser tratada como um saco de pancadas pois acha que isso é demonstração de amor e que a vida para ela é ser sempre a vítima.

Neste núcleo temos um “anjo” (um espírito mais evoluído, digamos assim) vivendo na mesma vila que o casal. Tratasse da dona Camila que aconselha a Nereide a mudar sua forma de encarar a vida mas sem obter sucesso.

Após o desencarne da esposa Toninho toma uma atitude insana e cruel, sendo motivado pela Josilene e seus aliados, abandonando seu filho a própria sorte.
Assim chega a fazendo do coronel Celestino e se envolve com sua filha Graziela. Continua arrumando amantes entre elas a Zilda.

Graziela também resolve se vingar pagando na mesma moeda. Desta forma o que já era complicado se torna um vulcão. Sua lava vai borbulhando no seu interior até o dia que explode causando uma enorme tragédia.

Porém é da tragédia que vem a redenção do Toninho. Ele percebe que precisa mudar sua maneira de ser e se casa novamente. Sua vida toma um rumo diferente e ele finalmente entende que nunca esteve só.

Temos nesta história a trajetória de vida do Toninho e de todos os personagens que o acompanharam durante suas encarnações, tanto os “vivos” quanto os “mortos”.

Com o desenvolver da trama Toninho, e o leitor, vai entendendo o porquê das coisas acontecerem ao ter acesso a lembranças de vidas passadas auxiliadas por seus mentores e amigos espirituais.

Ele entende que não existe vítima. O que acontece é o não perdão. Numa existência dois seres acabam por se odiar e não se perdoam por algo. Este rancor vem para a nova existência e por não se entenderem acabam cometendo um ato brutal contra o outro em retribuição ao que foi feito na existência anterior.

Por isso é tão importante o perdão. Ele nos liberta das correntes que nos prendem aqueles que nos magoaram e nos feriram. Mesmo sendo difícil, em alguns casos até parece impossível. Porém quando alcançamos este nível na evolução nosso espírito se torna leve pois perde o peso que carregamos na mente.

Durante o período que o Toninho viveu na fazendo também pode conviver com outro “anjo” a dona Bela que ajudou tanto a ele quanto a Graziela a evoluírem como pessoa.

Os ensinamentos da dona Camila e da dona Bela devem ser muito refletidos pelo leitor. Elas conseguiram transmitir lições que trazem em sua essência o que mais precisamos: amor.

Toninho percorreu um caminho tortuoso. Cometeu atos bárbaros e cruéis. Alimentou os espíritos das trevas com seus vícios porém se arrependeu verdadeiramente e aprendeu a ter fé na Vida, em Deus e em Jesus.

Ele se envolvia com as mulheres sem se preocupar com os sentimentos que elas lhe direcionavam e acabou pagando um preço alto por isso.

Quando seus pais morreram sua fé foi enterrada com eles. A partir dali seus atos foram pautados na inexistência do plano espiritual. Mas com o passar dos anos e com as pessoas certas ao seu lado (aquelas que emanavam Luz e Amor) pode se redimir de seus atos e pensamentos.

Se tornou um homem de bem. Fiel. E crente em Deus.

Nós somos responsáveis por todos os sentimentos que alimentamos nos outros. E é exatamente aí que está o perigo.

Se fizermos algo que faça o outro nos odiar teremos contas a pagar com a nossa consciência. Sim é a nossa consciência que nos julgará e não Deus. Ele apenas conduzirá o julgamento e auxiliará os advogados. Porém o poder de ser absolvido ou condenado ficará nas nossas mãos.

Esta leitura serve para mostrar ao leitor que por mais que estejamos nos sentindo abandonados no fundo do poço sempre haverá alguém ao nosso lado. Pode ser alguém querendo nos afundar ainda mais ou alguém disposto a nos auxiliar na subida. Depende de quem escolhemos ouvir.


Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

8 comentários:

  1. Esse livro parece ser uma benção! O título me chamou muito a atenção e quem sabe um dia eu não o leia?
    Amei a resenha,
    Beijos,

    clubeleitorassumidas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não sei muito bem o que dizer sobre o livro... só li livro de espiritismo uma vez na vida kkkk e achei bem interessante.
    Engraçado foi minha reação ao ler o título... fiquei tentando achar algo e só entendi depois 😂😂😂😂

    ResponderExcluir
  3. É um pouco dificil falar alguma coisa sobre esse livro, uma vez que não acredito que seres que já nos deixaram, voltem para nos fazer mal ou nos levar para esse caminho. Para mim, tudo vem do nosso coração e da nossa mente. Primeiro pensamos, depois falamos e por ultimo fazemos e se não nos polirmos, estaremos dando vazão a essa crença. Bom, não sou espírita, que me desculpem quem for.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  4. Olá.
    Não tenho costume de ler livros desse gênero, mas achei a mensagem dessa obra, muito bonita.
    Gostaria de ler e fazer a devida reflexão sobre o tema. Dica anotada, espero ter a oportunidade de conferir.
    Ótima resenha, parabéns. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. É uma leitura voltada para os vícios dos personagens e suas obsessões, deve passar uma boa lição de vida para nós leitores. Ainda bem que o personagem conheceu pessoas boas que o ajudaram.

    ResponderExcluir
  6. Esse tipo de história e aquelas que nos emociona, e nos envolve completamente. Tramas como essa que retrata a superação após passar por algo doloroso mexe muito comigo, essa carga dramática me prende a leitura de forma inexplicável. Amei a premissa da obra, por isso vou incluir na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  7. Adorei!!
    Há tempos não leio livros do gênero, ando numa ressaca literária q parece não ter fim viu...
    O enredo me chamou bastante atenção, parece msm um livro emocionante!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Essa última frase me fez refletir bastante, parabéns por suas resenhas, ela instigam o leitor a quererem se afundar na leitura.

    ResponderExcluir