Image Map

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Promoção de Nascimento das Cristianas

Oi, Galera.






Em março teremos o lançamento da nova obra do autor Sérgio Chimatti "Um amor de sete vidas". Como é o mês do meu aniversário e será o da minha xará Cristiana, protagonista da história, vamos fazer uma super comemoração.

O Sérgio foi mega generoso e disponibilizou 1 exemplar de cada uma das suas obras já publicadas para serem sorteadas aqui no blog. Então 6 de vocês leitores irão ganhar um presente pelo dia do meu aniversário e em antecipação ao lançamento.

Além do livro autografado do autor os ganhadores irão receber do blog um kit de marcadores de autores nacionais (acho que todos por aqui sabem o quanto defendo a divulgação dos nossos tesouros).

Então escolham qual livro querem concorrer, eu aconselho lerem as resenhas que fiz para cada um deles para terem certeza de qual história mais instigou o interesse de vocês, e participem seguindo as regras através dos formulários.

















Regras:
- Ser seguidor público do blog;
- Curtir a página do autor Sérgio Chimatti (não é apenas para visitar. Tem que curtir a página). Para facilitar a verificação desta regra me adicionem como amiga no Facebook;
- Ter endereço de entrega no Brasil;
- Deixar um comentário neste post informando o link do seu perfil no Google para validar sua participação .
Tem algumas entradas extras para aumentar a chance de ganharem ok?


A promoção começa hoje dia 15/02 e vai até o dia 15/03. Os ganhadores terão 48hs para responder ao meu e-mail enviando seus dados, ou um novo sorteio será realizado. Os livros e os kits serão enviados por mim no prazo de 45 dias úteis. O blog não se responsabiliza por extravios ou danos causados pelos correios. Caso o prêmio retorne por erro na informação de endereço fornecida pelo ganhador, não será reenviado.



Chamem os amigos e vamos comemorar.




Boa Sorte!


Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

(Resenha) Nem tudo que reluz é ouro - Amarilis de Oliveira


Título: Nem tudo que reluz é ouro


Autora: Amarilis de Oliveira

Ano: 2017

Páginas: 264

Editora: Vida & Consciência




Sinopse: Deus estabeleceu leis imutáveis para nos guiar na senda da evolução, que nos ensinam a linha direta e mais curta. Nós é que, presos pelas ilusões do imediatismo a que nos habituamos no mundo, caminhamos por linhas tortuosas.
Este livro conta a história de pessoas que, cegas pelo orgulho e pela ganância, criaram dificuldades em suas vidas e tiveram de trilhar o caminho da dor para entender que somente a ligação com Deus e a prece sincera poderiam resolver seus problemas.



***


O pai do Carlos resolveu dividir seus bens entre os três filhos homens e para ele ficou um condado que praticamente estava esquecido no mapa. Ao assumir o posto de conde e chegar ao local passa a ter a sensação que já conhecia aquela terra.

Ele conhece Handar e sua filha Soláia. Não entende a razão de se sentir ligado aos dois. Também conhece o pintor Dulcor e uma amizade nasce entre eles.

Mas a ignorância aliada à ganância daquele a quem o conde considerava um irmão o faz cometer um erro gravíssimo que o leva a nutrir um ódio mortal por quem lhe fez trilhar o caminho da traição.

Handar e Soláia eram integrantes de uma seita onde os participantes tratavam os enfermos do corpo e da alma com passes mediúnicos e os levavam a meditarem refletindo sobre suas vidas.

E foi neste lugar que o Carlos finalmente se encontrou. Ele precisou aprender a se perdoar para continuar sua jornada.

Carlos não foi o único personagem a ter que vivenciar uma dor profunda para perceber que nem tudo o que reluz é ouro.

O ser humano está tão acostumado a fechar a visão acreditando que o que importa na vida são os bens materiais e o poder que não enxerga que estas coisas são meros prazeres passageiros.

Damos valor ao material e deixamos de lado o emocional. Criamos situações que nos levam a cometermos erros e mesmo assim demoramos a retirar de nossos olhos o véu do ouro que nos impulsiona a desejar termos coisas sem valor espiritual.

Isto não quer dizer que devemos abrir mão de tudo e vivermos como eremitas numa caverna. Apenas que precisamos estar atentos aos nossos pensamentos para que eles não nos levem a cometermos erros que nos jogarão no abismo do não perdão a nós mesmos.

Se temos como corrigir o erro, que façamos. Se não, temos que seguir em frente e nos perdoarmos. Do contrário entraremos numa roda gigante que ficará rodando eternamente nos impedindo de evoluirmos.

A vida é muito curta para desperdiçarmos tempo com coisas, pessoas ou crenças que não nos enriquecem a alma.

O medo e o preconceito geram vários males em nós e em quem será atingido com as nossas atitudes.  

As pessoas valorizam o ouro e esquecem que ele é um metal.

Quando nos deixamos cegar pela ganância também ficamos cegos para o sofrimento e a dor que causaremos naqueles que estiverem no meio do nosso caminho para a “conquista” daquele bem.

Por isso devemos ficar atentos aos nossos pensamentos, pois deles dependem os nossos atos.

O personagem Carlos mostrou o quanto é perigoso agirmos sem refletir. Por mais que uma cena que vemos acontecer pareça uma coisa, ela pode ser outra completamente diferente. E se agirmos no calor da emoção sem ponderar o que realmente aconteceu, com certeza nós acabaremos cometendo um erro grave de julgamento e condenação.

Muitas vezes o que vemos reluzir a nossa frente não passa de um pequeno pedaço de vidro refletindo a luz do sol.




Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

sábado, 13 de janeiro de 2018

(Resenha) Aprendendo a receber - Evaldo Ribeiro


Título: Aprendendo a receber

Autor: Evaldo Ribeiro

Ano: 2017

Páginas: 280

Editora: Vida & Consciência



Sinopse: No processo de criação de seu "stand-up" motivacional Humor com Desenvolvimento Humano, Evaldo Ribeiro pensou em transmitir ao público sua experiência de sucesso, revelando qual é a postura que devemos assumir diante da vida para criarmos uma realidade favorável à realização de nossos anseios, estabelecendo um fluxo de prosperidade e felicidade.

Nesta obra, você terá uma compilação das melhores mensagens do autor e dicas inspiradoras que abrirão um clarão em sua visão, fortalecendo, assim, sua mente para que você aprenda a receber o melhor que a vida tem a lhe oferecer!




*** 




As mensagens que compõem este livro são as verdades que preferimos não enxergar. O autor faz o leitor compreender coisas que estão bem na frente dele, mas por estar usando as vendas da dúvida e da incompreensão não consegue ver.

Achei muito bacana o Evaldo começar a obra falando sobre a própria história. Se o livro tivesse somente este capítulo expandido com mais detalhes já valeria muito a pena adquiri-lo, pois as lições que o Evaldo nos ensina através do que aconteceu com ele no decorrer da sua vida até se tornar o que é hoje são aquele tipo de ensinamento transmitido por um Mestre.

No decorrer da leitura o leitor é convidado a ele mesmo retirar o véu que o impede de enxergar as coisas com clareza e também algumas máscaras que usa no seu dia a dia.

O título é perfeito, pois esta é a maior dificuldade que o ser humano tem para aprender. A maioria das pessoas acredita que esta dificuldade seja dar, mas está enganada. O mais difícil para ser assimilado pelo nosso cérebro é receber.

Nós fazemos parte de uma sociedade que ensina a pessoa a não se achar merecedora das coisas boas. Desde criança o pobre é adestrado a crer que as bênçãos, a prosperidade, o dinheiro e tudo o mais não é para ele, que não faz parte da sua vida. O rico que não deve dividir o que possui e lutar com unhas e dentes para manter o que é dele, mesmo que para isso tenha que passar por cima de quem ele considere inferior.

É lógico que muitas pessoas fogem a essa regra e mostram que o nosso destino somos nós mesmos que escrevemos o roteiro através das escolhas que fazemos.

Cada capítulo deste livro não deve ser apenas lido, deve ser degustado pela alma do leitor. Assim ele poderá ler, entender e trazer o ensinamento para a sua vida.

Muitos irão dizer que receber é fácil então me respondam com extrema sinceridade: Vocês estão preparados para receberem uma benção sem pensarem que outra pessoa é mais merecedora do que vocês? Estão preparados para receberem um não? Estão preparados para receberem um elogio? Estão preparados para receberem uma resposta totalmente diferente daquela que esperavam receber?

Eu confesso que tive que lutar literalmente para aprender a receber um elogio. Não considero a beleza física de uma pessoa como sendo algo a se enaltecer e fazer inúmeros elogios. Esta foi a condição fisionômica com a qual nasceu. Não é a beleza do rosto ou do corpo (que podem ser completamente modificados com plásticas) que determina a verdadeira beleza da pessoa. É o caráter, a índole, a inteligência e a sua essência.

Meu amigo/terapeuta quase teve que me bater para me fazer assimilar esta lição de me permitir receber e aceitar um elogio. kkkkkkkkkkk

O que quero que vejam com este meu exemplo é que receber não é algo assim tão fácil. Mas que podemos e devemos aprender.

Algumas coisas que o Evaldo transmitiu nas suas mensagens, já venho colocando em prática na minha vida. Estou permitindo que as bênçãos cheguem e as aceitando como partes da minha história.

Talvez este reconhecimento de pensamento ocorra com vários leitores. Mas como ainda estamos usando os véus da ilusão sobre diversos assunto não enxergamos o que a nossa alma já está pronta para colocar em andamento na nossa vida.

Eu cheguei ao final da leitura como se tivesse acabado de passar debaixo de uma cachoeira e atravessado aquele véu de água que não nos deixa ver a entrada de uma gruta.

Espero sinceramente que esta limpeza energética aconteça com todos os leitores que se propuserem a fazer a travessia para lavarem suas almas.

Este não é um livro para apenas fazer parte da estante. É uma obra para ser verdadeiramente lida e assimilada.

Se permitam aprenderem a receber. Garanto que as mudanças que ocorrerão em suas vidas serão todas positivas. Escrevam o roteiro do destino de vocês. Abram suas asas e levantem voo.

Agradeço imensamente ao Evaldo que mostrou como uma pessoa simples de nascença não é obrigada a seguir o que os outros determinam para ela. Este livro ficará na minha sessão de mega especiais para poder sempre beber um pouco mais deste bálsamo.


Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

(Resenha) O Ressurgir dos Eternos Titãs - R.C. Vicente

Título: O Ressurgir dos Eternos Titãs

Autor: R.C. Vicente

Ano: 2017

Páginas: 606

Editora: Chiado Editora


Literatura estrangeira: Português de Portugal



Sinopse: Nas terras dos Gémeos Indomáveis, os descendentes dos filhos dos Deuses vivem sob a forma humana após o enclausuramento dos seus verdadeiros seres... os Titãs...
Durante séculos não se vira um Titã na sua forma original, até que, na Batalha do Vale dos Ursos, Wilmarione Von Rimer de Rokkya libertara a sua verdadeira forma e sobrevoara os céus como um enorme dragão branco. Porém, há muito que a grande rainha partira para os Jardins dos Deuses e já se contavam três gerações de Von Rimer depois da sua morte. Três gerações sem nenhum eterno que tivesse sido capaz de libertar sua forma original.
Mas, agora, os ventos começavam a trazer consigo cânticos de guerra e na família da grande rainha rokka começava a formar-se uma tempestade que poucos seriam capazes de controlar.
No fim, iria ser cada um por si só contra o poderoso Império de Karkalis. E entre guerras, alianças, traições, amores, injustiças e novas amizades, os Titãs iriam... Ressurgir.
Até na mais negra e sinistra das criaturas, na mais cruel e maldosa, se pode encontrar uma centelha de luz. Mas nunca o contrário.




***



A primeira coisa a ressaltar na obra é o cuidado que a autora teve em dar uma explicação antes de começar a história. Assim conhecemos as linhagens e descendências das famílias, a qual Titã estão ligadas e como teve início a criação do Mundo. Isso permite que o leitor fique ambientado e não se perca.
Eu particularmente adoro quando pego um livro de fantasia onde o autor faz este tipo de apresentação com mapa, a maneira adequada de pronunciar os nomes e uma breve explanação dos acontecimentos que originaram a história. Saber como foi que os personagens surgiram nos coloca diretamente dentro da obra.
Vou deixar aqui uma dica valiosa. Antes de querer matar a autora no final deste primeiro volume leiam atentamente o apêndice, mas somente depois de concluir a leitura da história. Só assim poderão chegar ao âmago da obra e entender o destino dos personagens, o porquê das coisas terem acontecido exatamente como aconteceram. Nada acontece por acaso na nossa vida. E não poderia ser diferente com os descendentes dos deuses e dos Titãs.
Vamos a história:
Na família Von Rimer nascem os gêmeos Maximiliano e Yágoh. E com eles uma profecia começa a ser cumprida. Um deles estava predestinado a se tornar um demônio. Aos 8 anos de idade Maximiliano comete um ato brutal e passa a carregar o título.
Ele vai viver com o avô num castelo sombrio e da início ao seu calvário. Passa vários anos preso e ao sair da prisão assume de vez a personalidade do Demônio do Norte.
Sendo um Lorde é responsável pelo povo que vive no castelo e conforme vai passando os anos sua perícia como guerreiro o torna num homem praticamente indestrutível.
Mas para o espanto de todos, o demônio é vencido pelo amor. Sim um demônio é capaz de amar. Um amor mais forte que qualquer peça de aço. Um amor que o faz finalmente ser completo. Que o impulsiona a arrebentar as correntes e soltar a sua verdadeira essência.
Maximiliano era quem ostentava o título de Demônio, mas não foi ele quem cometeu as piores atrocidades na história. Alguns personagens o fizerem parecer um Anjo.
Esta é uma das mensagens mais importantes para o leitor assimilar. Ninguém conhece verdadeiramente a outra pessoa. Todos nós colocamos máscaras para ocultar quem somos. Por timidez ou por maldade.
Somente quando somos postos a prova é que invariavelmente deixamos a máscara ruir e mostramos a nossa verdadeira face ao mundo.
Maximiliano foi traído por todos os que carregavam o seu sangue e também por alguns que ele considerava como sendo seus amigos. Carregou nas costas uma culpa que não era dele e que o transformaram no demônio no qual o chamavam.
Só que o seu coração não era possuído pelas Trevas e ao se deparar com a Gabriela pode enfim liberar todo o seu poder através do amor que os uniu. E permitiu que uma nova era começasse ao libertar o Titã acorrentado na sua alma.
Não vou me prolongar demais na história, pois quero que vocês descubram por si mesmos como foi a trajetória do Maximiliano para abrir literalmente as suas asas e voar. É literalmente eletrizante.
O que posso garantir é que vale muito a pena a leitura. Eu fiquei viciada e pela primeira vez na minha vida estava lendo uma história já pensando no próximo volume. As possibilidades que passaram por minha mente a cada acontecimento iam criando uma expectativa para a continuação desta obra.
O livro tem uma dimensão maior do que os que estamos acostumados. Tem 606 páginas que se transformariam em umas 800, ou mais, se tivesse um tamanho menos. E este fato de possuir tantas páginas não o tornou maçante. pelo contrário.
Mérito da autora que escreve maravilhosamente bem. Quanto mais você lê, mais você quer ler. Cheguei ao final louca para ter logo o próximo volume e continuar a viajar com este dragão espetacular.
Nunca fui de me encantar por mocinhos muito bonzinhos. Prefiro os homens como o Maximiliano.
Agora é acorrentar a minha ansiedade e esperar pelo lançamento da continuação.

Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

(Resenha) O Labirinto dos Sonhos - Ema Machado


Título: O Labirinto dos Sonhos 

Autora: Ema Machado

Editora: Chiado Editora

Ano: 2017

Páginas: 160






Sinopse: Sara, uma menina pobre e sonhadora, consegue transitar entre dois universos paralelos. Em um, o mundo real repleto de dificuldades, o outro, repleto de seres mágicos que a ajudam a ultrapassar momentos difíceis. Realidade ou sonho? O universo contém segredos que a razão desconhece...





***




Através de um labirinto Sara é transportada todas as noites para um mundo habitado por seres místicos. Enquanto seu corpo físico descansa seu espírito fica livre para visitar este reino mágico.

No mundo real ela leva uma vida um pouco difícil. Sua família passa por algumas dificuldades financeiras e por causa disso sofrem privações. Sara ajuda os pais no que pode principalmente cuidando dos irmãos mais novos.

Já no outro mundo as dificuldades são mais perigosas. Ela ajuda as fadas a lutarem contra um ser maligno que pretende dominar o mundo mágico e depois o mundo dos humanos.

Este ser acredita que nós estamos levando o planeta rumo à destruição por não respeitarmos a natureza e cuidar dela como ela merece (acho que este ser não está tão errado né?).

Houve um tempo onde estes seres mágicos coabitavam a Terra com os humanos, mas para poderem proteger a natureza resolveram criar este mundo paralelo e de lá passaram a realizar um árduo trabalho para tentar refrear a destruição.

Sara é uma criança especial que possui a habilidade de poder ir até o outro mundo e faz uma enorme diferença na batalha travada entre as fadas e os elfos. E ao estar lá percebe o quanto a sua família é importante para ela.

Estas são as duas maiores lições aprendidas por esta menina: o valor da amizade e da família.

A trama “O Labirinto dos Sonhos” é classificada com uma história infanto-juvenil, mas eu a recomendo para as crianças menores de 10 anos, pois vai fazer com que estes pequenos leitores também assimilem as lições aprendidas pela protagonista Sara. É uma leitura super leve e rápida o que permitirá as crianças tomarem gosto pela literatura.

E os pais podem ler também para entenderem melhor os seus filhos, pois a Sara mostra através da sua narrativa (é ela quem nos conta a história) o que a maioria das crianças fazem.

Para muitos o mundo dos seres místicos não é real. É uma criação da mente da criança e quando a criança fala sobre isso para os pais estes não acreditam.

Mas o que os pais se esquecem é que também já foram crianças e passaram por este mesmo processo de “criação”.

Quando estamos dormindo no mundo físico deixamos a nossa alma livre para ir onde ela desejar. Pode ser algum lugar neste planeta ou em outro mundo real ou “imaginário”. O que importa é a liberdade de ir e deixar os “problemas” para trás.

Acredito que a vida de quem permite que a sua criança interior permaneça sendo uma criança é muito mais gratificante nas experiências, pois olhar o mundo com os olhos de uma criança o torna mais bonito.

Que caminhos vocês percorrem durante seus sonhos? Estão indo através de labirintos, barcos, trens, aviões... São tantas possibilidades.

E que mundos vocês andam visitando?

Espero sinceramente que estejam mantendo este pequeno ser vivo dentro de vocês e que enxerguem a vida com a pureza desta criança.




Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos


terça-feira, 12 de dezembro de 2017

(Resenha) Em Busca de Respostas - Zíbia Gasparetto

Título: Em Busca de Respostas 

Autora: Zíbia Gasparetto

Ano: 2017

Páginas: 232

Editora: Vida E Consciência




Sinopse: Desde o início da civilização, os espíritos de luz trazem aos homens as provas da eternidade. Em busca de respostas é uma pesquisa sobre o trabalho que eles realizam desde o princípio dos tempos, interferindo nos problemas humanos. Durante sua vida, Zibia Gasparetto ouviu várias histórias por esse Brasil afora e resolveu reuni-las em um livro sobre o assunto, baseando-se nelas para relatar suas conclusões.





*** 




O principal ponto a ser destacado ao falar sobre esta obra é retificar que as conclusões a cerca dos assuntos são todas da autora Zibia. São muitos anos de estudo e experiência para entender o mecanismo da espiritualidade que pautam o que ela pensa sobre os fatos ocorridos e narrados.

São diversos temas levantados com os casos, como desenvolvimento mediúnico, aborto, amizade, suicídio, fé, doenças, que mostram ao leitor exemplos de situações que já ocorreram com ele, algum familiar ou amigo. Ou até que virão a acontecer o preparando para quando estiver diante do fato consumado.

Quem ainda acredita que estamos sós no planeta deveria rever este conceito.

Para cada ser encarnado existem milhares desencarnados. Estes seres podem estar habitando tanto o plano astral quando o plano terrestre na forma de fantasmas ou almas penadas como a maioria classifica os espíritos que ainda estão vivendo no meio de nós.

Os desencarnados podem nos auxiliar ou nos prejudicar dependendo do “poder” que lhes damos. Tudo é uma questão de escolha. Podemos aceitar com resignação e amor a ajuda que recebemos ou atrair seres trevosos se deixarmos a nossa energia em sintonia com a deles.

Falarei sobre os casos que estão no livro em que já aconteceram coisas parecidas comigo.

A depressão que acarreta a síndrome do pânico porque a pessoa se entrega ao medo passando a dramatizar tudo o que acontece com ela.

A desistência da vida. Existem dois tipos de suicídio: o que a pessoa tira a própria vida e o que a pessoa pede a Deus para levá-la embora deste mundo.  No caso do pedido ele pode ser “atendido” por Deus ou por algum desencarnado que ouviu esta conversa. Mas antes de atender ao pedido da pessoa um teste é realizado para ter certeza que é isso mesmo que aquela pessoa quer. Este teste pode ser uma doença.

Passei por isso 3 vezes. Tive tuberculose, anemia e pneumonia. Foram períodos separados que serviram para trazer muito aprendizado. Não a época, pois quando estamos vivendo a experiência não paramos para refletir sobre os acontecimentos. Somente um tempo depois é que assimilamos com mais clareza a lição.

Quando tive a anemia permaneci quase 1 mês internada. Acompanhei as histórias de algumas pacientes e presenciei a despedida de 2. Não as vi morrerem, mas ao serem retiradas do quarto já sabia que não voltariam.

Alguns dos relatos do livro com certeza também já aconteceram na vida de todos nós. Uma intuição que nos fez desviar do perigo, um sonho com aquele parente ou amigo que partiu deixando saudades, alguém obsediado por um desencarnado, o “milagre” da cura de uma doença...

Muitas vezes não nos damos conta do auxílio que recebemos. Em outras brigamos achando que não fomos ajudados porque queríamos que a ajuda fosse exatamente do modo que pedimos. Mas não é assim que a espiritualidade atua.

Nós temos o poder de escolha. Somos nós que decidimos o nosso destino. As atitudes que tomamos, os pensamentos que alimentamos, as energias que emanamos tudo isso é que determinará o nosso presente e o nosso futuro.

A maneira como decidimos passar pela dor e pelo sofrimento deve ser aquela que não trará cicatrizes para a nossa alma.

O maior perigo que corremos é o da fé cega, seja por uma religião ou por uma pessoa.

Absolutamente nada nesta vida deve ser considerada uma verdade irrefutável. Muitos ensinamentos transmitidos em casas espíritas ou por alguém renomado no meio significam que são condizentes com a realidade.

Desde que nascemos véus são colocados diante de nossos olhos para que sejamos adestrados. Conceitos criados pelo encarando recebem a “assinatura” de um espírito desencarnado.

Por isso quando eu leio um livro ou um artigo espírita tento enxergar além do que está escrito. E só considero verdade aquilo que condiz com a minha alma. Isso não quer dizer que me considere melhor que os outros ou que seja uma sábia. Somente que não me deixo levar pelos pensamentos dos outros sem questionar o que isso significa para mim.

Quem não esteve ou está em busca de respostas com certeza não está mais encarnado. A natureza humana é caracterizada pela curiosidade.

E muitas vezes encontramos estas respostas num livro, num filme, numa música ou através de uma pessoa que não conhecemos. Basta estarmos atentos e dispostos a receber esta resposta.




Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos