Image Map

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

(Resenha) O Escolhido - Legado - Juliana Walker

O Escolhido - Legado
Título: O Escolhido, Legado

Autora: Juliana Walker

Editora: Dracaena

Páginas: 302

Ano: 2012



Sinopse: Depois de uma guerra, Avan, um mundo dominado pelos humanos mas que tem por lideres os fays, criaturas fantásticas que protegem a terra e os homens, seus inimigos, outrora amigos, chamados de os destruidores conseguem levar o mundo a ruína e ao medo por vários anos. Inocentes perdem suas vidas e sua fé. As esperanças são nulas até que algo inesperado como amor entre uma destruidora e um fay acontece e mostra ser mais forte que qualquer guerra. Mas existe um preço, aqueles que por amor morreram não se livrarão das sombras do mal tão fácil Anos depois o reino principal se vê novamente cara a cara com o mal, e teme que os destruidores não foram vencidos, e partem em busca de esperança, de um fay, o último que sabem estar vivo para leva-los a esperança, e quem sabe encontrar o legado do fay e da destruidora. Surge na historia Ike e Neo dois jovens misteriosos que se juntam a causa de Avan, pois apenas eles conseguiram ficar cara a cara com a fera, o monstro que todos temem. Mas a sonhadora Ana seria a chave principal, com seu amor, sua esperança, e sua crença nos fays, mostrando que sonhar não é errado, e que devemos sempre sonhar, e provar que o amor é mais forte que o ódio. Com uma mistura de romance, aventura e mistério, O Escolhido não só prova que nossas escolhas são importantes, se nós lutarmos por um propósito maior que nós mesmos, jamais perderemos a batalha que travamos dentro de nós.



*** 



Nesta história somos apresentados a um planeta onde os humanos são menos evoluídos do que nós que estamos vivendo na Terra neste momento. 

O começo da profecia se inicia com o aparecimento da fera que passa a vaguear pela redondezas da cidade de Avan caçando os humanos.

É exatamente num dia de caça da fera que o Destino reúne nossos 3 guerreiros: Ike, Neo e Ana.Eles são 3 órfãos da primeira grande guerra que aconteceu em Avan.

Ike e Neo precisam aprender a arte da guerra para enfrentar não apenas a Fera mas um exército de demônios.

Para que tenham uma chance eles fazem uma pequena viagem em busca do último fay conhecido Ark Hen.

Durante esta busca uma outra guerra é travada: a luta dentro de si que cada um dos integrantes deste grupo tem que enfrentar. São fantasmas do passado que voltam para assombrá-los e fatos que os levaram a realmente se conhecerem.

No decorrer da trama vemos como a Vida é sábia. Ela criou situações para forjar os corações e as almas desses guerreiros.

São fatos que levariam muitas pessoas a desistirem de lutar mas que serviram como escada para a evolução de cada um.

Somente aquele capaz de passar pela dor sem vivenciar eternamente o sofrimento pode olhar no espelho e não precisar desviar o olhar.

Nossa vida é feita de fases. Cada acontecimento tem o seu tempo certo de duração mas se por nos colocarmos na área de conforto da vítima acabamos estagnados e criando um acúmulo de energia. Esta energia parada cria um muro que nos separa dos acontecimentos bons que estão programados para o nosso futuro.

Não é fácil passar por uma perda e seguir em frente mas é necessário.

E foi o que fizeram nossos 3 órfãos. Eles tiveram novas famílias para os ensinar o que é certo e o que é errado.  Foram apresentados para os dois caminhos cabendo exclusivamente a eles escolher qual seguir.
O amor entre o Ike e a Ana é tão forte e tem tanta emoção que transborda das páginas para as nossas mãos.


Na primeira guerra o que salvou Avan da destruição foi o amor do rei Leon, um fay, e Lyra, uma Destruidora. Duas raças que não deveriam se aproximar mas que venceram esta barreira com a força desse amor.

Uma das coisas que mais chama a atenção nesta história é do que são feitos os demônios. Acredito que esta definição está corretíssima. Os demônios são criados a partir do nosso medo. E eu iria um pouco mais além. Não apenas do medo mas de todos os pensamentos e sentimentos ruins que alimentamos na nossa mente e depois praticamos.

O Escolhido tem a missão mais difícil de todas: vencer a si mesmo e fazer a Luz superar as Trevas dentro dele.

A Juliana tem uma forma tão apaixonante de escrever que se torna viciante. Quando peguei o livro para ler não quis mais largar. E no final fiquei com aquele desejo louco de pegar a continuação da saga para descobrir o que acontece com nossos guerreiros. Espero poder ler esta continuação o mais rápido possível senão terei uma síncope de tanta ansiedade.

Um amor que nasce quando os envolvidos ainda são crianças é um encontro de Almas Gêmeas. Fiquei encantada com este romance.



Um leve bater de asas O:-) anjinho  O:-) anjinho para todos!!!!

Khrys Anjos

7 comentários:

  1. Na hora que vi essa capa me veio na memória o livro Jogos Vorazes, mas eles não são nem parecidos. Li sua resenha, que é a primeira que leio e gostei muito. Pretendo ler.

    ResponderExcluir
  2. A Juliana Walker me surpreendeu muito no livro "A Garota do Bosque" não conhecia a autora até ganhar o livro, li e me encantei, e agora tenho a oportunidade de conhecer mais um de seu trabalhos, gostei muito da resenha "O Escolhido - Legado" me parece ser fascinante e envolvente tanto quanto. bjocas

    ResponderExcluir
  3. Me apaixonei por essa capa e, pelo que percebi na resenha, vou me apaixonar pela história quando a ler.

    ResponderExcluir
  4. A capa foi a que mais me chamou atenção, mas o livro promete!

    ResponderExcluir
  5. Acho que vou adorar, adoro livros de ação e aventura e especialmente os livros em que os personagens me cativam.
    Quero ler logo.

    ResponderExcluir
  6. Muito diferente do que imaginava. A trama que você menciona aqui me deixou empolgadíssima. Não esperava tudo isso. Simplesmente encantada com o desenrolar da história. Com certeza vou tentar ler. Valeu a dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir